Patricia Oriolo

Patricia Oriolo

Formatos preferidos:
Longa-metragem, documentário, animação, teatro, literatura.

Serviços:
Roteiro, criação para mídias digitais.

Biografia Patricia Oriolo

Sou roteirista e trabalho em cinema, televisão e publicidade desde 91. Construí boa parte da minha carreira nas emissoras brasileiras de TV Aberta. Trabalhei em programas como, “Supernanny”, “SOS Casamento”, “10 anos mais jovem”, “Esquadrão do Amor”, “Homens Possíveis”, “Diário do Olivier”, “A Liga” e “Globo Ecologia”. Além da linha de show, também atuo na dramaturgia e a minha primeira experiência foi em uma série que fez história na televisão fechada: a série cômica “Mothern”, do GNT, que foi indicada para ao Emmy Internacional em 2007.

Minha estreia no cinema foi como roteirista e codiretora do documentário, “Caminhoneiros”, selecionado para 31º Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.  Fui pesquisadora e produtora da série de 10 documentários chamada “Mesa Brasileira”, que conta a história do Brasil através da alimentação. Roteirista-chefe da série em desenvolvimento de animação “Esquadrão Andrômeda”. Roteirista-chefe da série de animação “Vivi Viravento” com direção de Alê Abreu, que será exibida em 2017 pela TV Cultura e Discovery Kids. Coordenadora do núcleo de desenvolvimento selecionado pelo PRODAV do Fundo Setorial da produtora “Movie & Art” de São Paulo na série de animação, “Saga Animal” de autoria da escritora infantil, Indigo.

Sou professora de roteiro audiovisual da Academia Internacional de Cinema – AIC. Fui jurada e consultora do laboratório de desenvolvimento nas duas edições do concurso nacional “NetLabTV”, patrocinado pela NET. Coordenei o júri e atuei como script-doctoring dos filmes selecionados no Festival de Curtas TNT 2016. Script-doctoring do filme “O gosto do Cloro” de Juliana Curvo – “A Produtora Filmes” – Cuiabá-MT. Script-doctoring do filme “A batalha de Shangri-lá” de Severino Neto – Molera Filmes – Cuiabá-MT. Script-doctoring do filme “A Sala dos Milagres” de Samantha Col Debella – Molera Filmes – Cuiabá-MT.

Sou especialista em escrita criativa pelo Instituto Vera Cruz. E em 2010 publiquei meu primeiro romance, “A Balada do Louco” editado pela “Arte e Ciência”.

 

Créditos em obras

2017 – Coordenadora de roteiro e desenvolvimento da série médica dramática “Residência Médica”. Produzida pela Wide, produtora de conteúdo educativo para a plataforma de ensino à distância Medcel. A série é única no mercado, por unir entretenimento e informação através da dramaturgia, com o objetivo de preparar médicos para a prova de residência. Com estreia prevista para janeiro de 2018, a série acompanha o dia-a-dia de quatro amigos que dividem a mesma república estudantil.

2017: Roteirista do projeto “Eu sou Amazônia” para a nova plataforma do Google Earth. Uma experiência interativa, dirigida por Fernando Meirelles da O2 filmes, que mapeou os principais povos indígenas da Amazônia. O projeto pode ser acessado pelo link https://www.youtube.com/watch?v=GWpEHZF_gLY

2017: Roteirista do reality show “Pesadelo na Cozinha”, produzido pela Eyeworks e exibido pela Band, com apresentação do chef de cozinha Erik Jacquin, que tem como objetivo recuperar restaurantes à beira da falência. Formato baseado no programa “Kitchen Nightmares”, do chef inglês, Gordon Ramsay.

2016: Coordenadora de desenvolvimento na animação infantil “Saga Animal”, baseada na obra do mesmo nome da escritora infantil, Indigo. Projeto contemplado pelo PRODAV 03/2014 – Núcleos de desenvolvimento da produtora “Movie&Art”.

2015/16: Roteirista chefe da animação infantil “Vivi Viravento” – produção da Mixer Filmes, com direção de Alê Abreu, diretor do filme indicado ao Oscar de melhor animação “O Menino e o Mundo”. Projeto com previsão de exibição pela TV Cultura e Discovery Kiks em 2017. Projeto vencedor do prêmio AnimaTV do Ministério da Cultura.

2013 a 2015: Roteirista do programa “A Liga” (Band, produzido pela Eyeworks/4Cabeças)

2008 a 2010: Coordenadora de Roteiro do reality show Supernanny produzido e apresentado pelo SBT.

2006: Roteirista na primeira temporada do seriado “Mothern”, produzido pela Mixer e exibido pelo canal GNT. Seriado indicado ao prêmio de melhor série dramática no Emmy Internacional 2007.

 

Literatura: 

2010: Autora do romance “A Balada do Louco” lançando pela editora “Arte & Ciência”. Romance que se passa nos anos 90 e fala sobre a “geração do nada”. Conta a história de dois amigos que dividem um apartamento na Vila Madalena, em São Paulo.

 

Cinema:

2007: Roteirista e diretora do documentário “Caminhoneiros”. Co-produção: Mutante Filmes / O2 Filmes, que mostra a vida dos caminhoneiros autônomos no Brasil. Filme selecionado para a 31ª Mostra Internacional de Cinema de SP.

 

Concursos e festivais:

2016: Coordenadora de júri e consultora de desenvolvimento no “Festival de Curtas TNT”.

2016: Júri e consultora de desenvolvimento no concurso GloboLab de web séries para o portal da TV Globo, Gshow.

2013-2014: Júri e consultora de roteiro para o núcleo de desenvolvimento de não-ficção do concurso nacional NetLabTV promovido pela NET e pela produtora Casa Redonda.

 

Ficou interessado no trabalho de Patricia Oriolo?

Entre em contato